Engenharia Aeronáutica

Perfil do curso

O objetivo do Curso de Engenharia Aeronáutica da Faculdade de Engenharia e Arquitetura da Universidade FUMEC (FEA-FUMEC) é dotar o mercado de trabalho de engenheiros capazes de atuar com segurança e conhecimento amplo nas áreas relacionadas ao campo do projeto, na operacionalização e na manutenção de aeronaves.

O curso de Engenharia Aeronáutica foi criado para atender à grande demanda existente na área de aviação sendo um mercado em franca expansão. O que se pretende com a sua implantação é dotar o mercado de profissionais com formação sólida nesta área. Profissionais que estejam efetivamente aptos a trabalhar nas empresas do setor aéreo, que tenham uma visão sistêmica e que possuam habilidades para acompanhar a evolução tecnológica da área.

Estrutura Curricular

Conteúdo

Para atender às necessidades do mercado faz-se necessário estar sempre implementando e a flexibilização, a interdisciplinaridade, a contextualização e a atualização permanente do curso e da sua Matriz Curricular.

O objetivo do Curso de Engenharia Aeronáutica é propiciar uma formação contemplando os conceitos básicos das várias áreas afeitas à Engenharia, com uma formação sólida em Matemática, Física e Computação. Mais especificamente, deverá formar fortemente o aluno em todas as áreas requeridas para uma prática competente como engenheiro aeronáutico: análise estrutural, aeroelasticidade, aerodinâmica, propulsão, sistemas de aeronaves, homologação e manutenção, dentre outras. Consequentemente, o engenheiro aeronáutico assim formado poderá atuar na concepção, fabricação e manutenção de aeronaves de asas fixas e rotativas, de pequeno, médio e de grande porte, civis e militares, e também no planejamento e gestão em empresas de transporte aéreo.

Adicionalmente, foram adotados os seguintes requisitos específicos de formação:

  •  capacidade para a compreensão dos fenômenos físicos e sua intervenção nos sistemas de Engenharia.    
  •  formação generalista, em oposição a uma formação especializada, de modo que o egresso estará apto a desempenhar as funções de Engenheiro em diversos setores da indústria, não exclusivamente do setor aeronáutico.

Característica particularmente valorizada do perfil do egresso é capacidade de promover inovações tecnológicas em produtos, processos e serviços na área de Engenharia Aeronáutica.

Operacionalmente, o curso objetiva formar profissionais com domínio de conhecimentos científicos e tecnológicos nas áreas Técnicas, de Relações Humanas, e de Gestão Empresarial, capacitando-o a analisar informações e dados; formular hipóteses; estabelecer relações que possibilitem solucionar problemas; desenvolver técnicas e processos de trabalho que contribuam significativamente para a melhoria da qualidade dos produtos e serviços oferecidos.

 

Campos de atuação

O graduado pelo Curso de Engenharia Aeronáutica poderá atuar no projeto, na manutenção de aeronaves e no gerenciamento de atividades aeronáuticas e na construção de aeronaves. Poderá ser responsável pelo processo de manutenção, que envolve a realização de reparos e inspeções periódicas da estrutura, asas, motores e fuselagem; Coordenar e supervisionar equipes de trabalho, realizar estudos de viabilidade técnico-econômica, executa e fiscaliza obras e serviços técnicos; Efetuar vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres.

O Engenheiro egresso do Curso de Engenharia Aeronáutica além de certificado em manutenção pela Agencia Nacional de Aviação Civil, ANAC, deve ter seu diploma de conclusão de curso registrado no CREA, à luz da legislação do CONFEA.

Profissional apto a exercer as competências e habilidades de Gestor de projetos ou Manutenção de Aeronaves, capaz de assumir atitudes de responsabilidade nas suas decisões e ações, de interagir no trabalho em equipe e adaptar-se às evoluções técnicas e metodológicas. A graduação em Engenharia Aeronáutica da FEA/FUMEC, com duração de cinco anos, prepara profissionais para estes avanços, capacitando-os para uma atuação ampla, como projetistas, técnicos, inspetores, diretores ou coordenadores de manutenção, gestores administrativos ou professores, dando sequencia, desta forma, à carreira acadêmica. Enfim, profissionais com perfil adequado para atuar em qualquer área da Aviação Civil.  

Deve-se também considerar a típica mobilidade dos engenheiros aeronáuticos brasileiros, que são muito frequentemente recrutados por empresas brasileiras ou estrangeiras do setor aeronáutico.

As informações acima confirmam, do ponto de vista da empregabilidade, a pertinência da criação de um novo curso de Engenharia Aeronáutica no Brasil, que venha contribuir para suprir as demandas de empresas privadas e instituições públicas por profissionais capacitados.

É amplamente conhecido o fato que o desempenho da indústria aeronáutica é fortemente dependente de fatores conjunturais, sendo afetado por instabilidades políticas econômicas internacionais, constatação esta que deve ser considerada na avaliação da empregabilidade dos egressos. Neste sentido, é importante destacar que a formação abrangente do egresso do Curso de Engenharia Aeronáutica, princípio este adotado no curso, o capacita para atuar em outras áreas da Engenharia.

Atos Legais de Autorização e Reconhecimento

Aprovado em reunião do Conselho Universitário da Universidade FUMEC em 20 de março de 2013.