18/10/2016

Prome/2016 da Fumec não para e leva aluna do direito à França

(Texto enviado pela Comunicação FCH)

Novos horizontes. Bolsa de estudo capacita, gera crescimento pessoal e expande possibilidades profissionais

Em sua bagagem, a importância de seus pertences, provavelmente, não vai além de sua dimensão funcional. Mas, em contrapartida, que fique claro: a tradicional e prestigiada Université De Cergy-Pontoise, localizada nos arredores da capital parisiense e coração acadêmico e cultural da França, será pequena para abrigar, a partir de fevereiro próximo, no seu cobiçado curso de extensão em direito, a estudante-bolsista, Daniela Cardoso Azevedo, 22 anos, aluna do 8º período de direito, da Universidade Fumec.

Sonho, compromisso e tenacidade, conciliados e equilibrados pela marca de sua mineiridade alfenense, segundo a própria participante do Programa de Mobilidade Estudantil (Prome/2016), da instituição, conspiram a seu favor, “sobretudo agora que fui selecionada para assumir este novo desafio, que começa em fevereiro e se estenderá por seis ou 12 meses”, justifica Azevedo, recentemente egressa de outra faculdade de direito da capital, “onde penei por não sentir reconhecidos o meu esforço e ambição intelectuais”.

Comedida ao comemorar os êxitos alcançados a partir de sua transferência para o direito da Fumec, a destemida Azevedo, que é estagiária da Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG), integra um contingente de duas centenas ou mais de alunos que, nos últimos cinco anos, tomou a mesma decisão que ela. Os motivos, que são vários, unânimes e especialmente apontados por eles, passam pela qualidade do corpo docente, o respeito pelos alunos e a credibilidade e projeção da universidade junto ao mercado de trabalho. O professor e coordenador-adjunto, Daniel Firmato, comemora este mérito, embora o considere “um motivo a mais para agregar responsabilidade dobrada na gestão do curso”.



Publicado em Direito, FCH, Relações Internacionais



< Voltar para notícias - Versão para Impressão