Últimas Notícias

27/03/2012

Diretor-geral da FACE faz descobertas de relevância internacional em seu observatório de astronomia

Céu limpo em uma noite escura. É disso o que o professor Ricardo José Vaz Tolentino, diretor da Faculdade de Ciências Empresariais da Fumec, precisa para praticar sua maior paixão: a astronomia observacional. O que era apenas um hobby virou assunto sério para o professor, que montou, em sua própria casa, um observatório com modernos equipamentos. 

Nas noites de céu limpo, Tolentino passa horas observando cometas, planetas e objetos de céu profundo (galáxias, nebulosas e aglomerados estelares), além de identificar e catalogar o relevo topográfico lunar. Em seu website (www.vaztolentino.com.br), que já possui quase 50 mil visitas e foi visto por pessoas de mais de 40 países diferentes, o professor publica, diariamente, novidades da cultura astronômica e fotos feitas no observatório.

“Com o avanço da tecnologia e o seu barateamento, conseguimos montar observatórios com telescópios e equipamentos de primeira linha que auxiliam os amadores a fazer grandes descobertas”, destaca Ricardo José Vaz Tolentino.

E foi exatamente o que aconteceu. A astronomia praticada de forma simples pelo professor, rendeu novidades de relevância internacional. Uma das descobertas reveladas foi uma suposta cratera "superfantasma" na Lua. Tolentino conseguiu fotografar um misterioso alvo com limites bem definidos, mas totalmente coberto por lava basáltica. A novidade impressionou o cenário astronômico internacional e a cratera já está sendo estudada por cientistas americanos.

Em outra noite inspiradora, Tolentino fotografou imagens da região da cratera lunar C. Mayer D e, após algumas análises, observou que ela apresenta formato muito semelhante ao mapa do Brasil. Outra curiosidade é um impacto central nesta cratera, que remete à posição da capital Brasília.

“Estudar o Universo é apaixonante e, quando praticamos a astronomia observacional, acabamos reunindo uma quantidade muito grande de dados e novidades, que podem ser de grande valia para o desenvolvimento da ciência”, revela.

RECONHECIMENTO INTERNACIONAL

Recentemente mais um trabalho do professor Ricardo José Vaz Tolentino foi reconhecido internacionalmente. A foto Gigante Cósmico, feita por Tolentino em seu Observatório, foi considerada destaque pelo website americano LPOD – Lunar Photo of the Day, do reconhecido cientista Dr. Charles A. Wood. A imagem também foi publicada no portal australiano Maitland Mercury Weekend Magazine, na coluna do astrônomo e radialista Col Maybury.

“Na foto podemos comparar os tamanhos dos planetas Júpiter, Saturno e Marte com a cratera lunar Copernicus, quando fotografados pelo mesmo conjunto de telescópio e câmera. Sem dúvida o nosso satélite natural é um imenso território a ser explorado. Espero que essa imagem incentive e estimule as pessoas a procurar entender e estudar mais sobre os mistérios do Universo”, destaca.

Esta é a nona foto premiada de Tolentino nos Estados Unidos, que também já teve cinco outras imagens publicadas na Austrália.

EXPERIÊNCIA LEVADA PARA A SALA DE AULA

A paixão pela astronomia observacional fez com que o diretor da Face criasse na Fumec o curso de extensão “Passaporte para a Astronomia”. Através do estudo teórico e de atividades práticas de observação do céu noturno, o aluno aprende e visualiza objetos do Sistema Solar, reforçando conhecimentos em áreas como a física e a geometria.

A próxima edição do projeto, aberto ao público, será nos sábados dos dias 19 e 26 de maio. Na mesma época o curso será ministrado, gratuitamente, para alunos do ensino fundamental da Escola Estadual Pedro Aleixo.

 “Com as aulas, esperamos aguçar o espírito investigativo das crianças e jovens envolvidos para, quem sabe, despertarmos a vocação em futuros cientistas”, afirma Ricardo José Vaz Tolentino.





< Voltar para notícias - Versão para Impressão