Detalhes do Evento:

Projeto ‘Mais Arte na Biblioteca’ – Liberdade que gera Beleza

A partir do dia 14 deste mês o projeto ‘Mais Arte na Biblioteca’ mostrará a beleza que surge quando é dada liberdade de criação aos usuários de serviços de saúde mental de Belo Horizonte. A mostra surge de uma parceria entre o SUS, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e a Universidade FUMEC.

O professor e idealizador, Jacques Akerman, define a exposição da seguinte forma: “LIBERDADE QUE GERA BELEZA mostra obras de artistas usuários dos serviços de saúde mental de Belo Horizonte e revela os caminhos enigmáticos da criatividade e da arte que aqui são apresentados como efeito do processo de substituição do manicômio. Trazer a arte que transborda a partir das experiências da loucura para a Biblioteca da FCH é ato que coloca a surpresa no lugar da exclusão, a pulsação no lugar da inércia”, explica.

As obras são originárias de alguns Centros de Convivência da PBH e a ideia da exposição surgiu da vontade em fazer algo que pudesse chamar a atenção para o dia da luta antimanicomial, dia 18 de maio.

Esta bandeira que é levantada pelo professor Jacques, tem um objetivo muito simples, acabar com o preconceito de que a loucura é perigosa. “Queremos mostrar a beleza da loucura em sua essência e que ser assim é mais normal do que muita gente pensa”.

Serviço

Exposição: Liberdade que gera beleza
Data: de 14/5 a 6/7
Local: Biblioteca da FCH
Entrada Franca

Professores curadores: Gladston Mamede (FCH) e Natacha Rena (FEA)

Organizadores: Prof. Jacques Akerman (FCH) e Silvia Riveres (Psicóloga e Gerente do Centro de Convivência César Campos)

Seleção e montagem: Nazareth Melo Alves (Centro de Convivência Artur Bispo do Rosário), Cláudio Marcoh (Centro de Convivência Carlos Prates) e Cláudia Guerra (Centro de Convivência Cézar Campos)

Patrocínio: Editora Atlas e Gráfica Editora O Lutador