A existência exige explicação em obra Kirlian Siquara

"Da filosofia da história à sociologia histórica”, obra do professor Kirlian Siquara, será lançado no dia 18 de junho

Texto enviado pela Comunicação FCH

Às 11 horas do próximo sábado (18), a livraria Quixote (rua Fernandes Tourinho 274, Savassi) recebe convidados para o lançamento de “Da filosofia da história à sociologia histórica” (Relicário Edições, MG, 2016), primeira obra do sociólogo, mestre em filosofia pela UFMG, e professor, há sete anos, da Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde (FCH), da Universidade Fumec, Kirlian Siquara.

            Fruto de quase três anos de pesquisa e seis meses de escrita, o livro apresenta, com inteligência, agucidade e clareza, os resultados de uma emblemática discussão filosófica ocorrida na Europa, entre os séculos XVIII e XIX. Objetivo deste embate? Identificar e esclarecer sobre quais forças, internas ou externas, ocasionais ou não, atuam sobre a existência histórica. Kirlian mostra os resultados desta polêmica e encerra as 120 páginas produzidas com esta questão. “Sem a menor pretensão de que seja respondida”, avisa ele, não sem antes concordar, discretamente, que as entranhas de sua obra fustigam o mundo factual, sempre em desespero com a sua lógica utilitarista.