Detalhes do Evento:

A Natureza Morta do polivalente Marcel Diogo

Depois de trazer Miguel Gontijo e Ronaldo Garcia, o Projeto Mais Arte na Biblioteca da FCH traz um dos artistas visuais mais conceituados da atualidade, Marcel Diogo.

Marcel é um artista multifacetado, sua obra passa por vários meios. Através da pintura, por exemplo, demonstra o seu interesse pela natureza morta, onde, segundo ele, antes de qualquer outra relação, seja ela filosófica, sociológica, psicológica ou antropológica, relaciona-se diretamente com a morte da própria pintura.

Para alguns historiadores, a arte barroca é tida como a primeira manifestação artística da idade moderna com recursos de ação massiva e utilizada como mecanismo para a dominação das massas. As naturezas mortas do gênero Vanitas, assim como o Barroco, possui uma estreita relação com os cinco sentidos, o tato, o paladar, a visão, a audição e o olfato foram potencializados e estimados nas naturezas mortas barrocas com o intuito de valorizar moralmente a sensorialidade.

Marcel Diogo é formado pela Escola de Belas Artes da UFMG, possui bacharelado em pintura e licenciatura em desenho e plástica. No blog pessoal do artista www.marceldiogo.blogspot.com estão algumas de suas obras, entre elas pinturas, vídeos, fotografia, desenhos e colagens. Os alunos da Universidade FUMEC terão a oportunidade de conferir de perto a partir de 31 de outubro na biblioteca da FCH.

Serviço

Nome da Exposição: Marcel Diogo – Naturezas Mortas

Dia: 31 de outubro a 16 de Dezembro

Local: Biblioteca da FCH

Entrada franca