3 hábitos que não ajudarão a passar no vestibular

3 hábitos que não ajudarão a passar no vestibular

Para passar no vestibular várias pessoas criam hábitos em sua rotina imaginando que estão favorecendo seu estudo, aprendizado e preparação para uma das provas mais importantes que farão na vida.

Apesar de iniciarem a prática desses hábitos com a melhor das intenções, muitos deles nem sempre são tão vantajosos para o estudo quanto imaginamos. Inclusive, alguns prejudicam significativamente a sua capacidade de aprender e de assimilar o conteúdo de alguma matéria mais complexa.

Bônus: veja como escolher uma universidade que tenha a ver com você

Quer ter bons resultados nas provas que realizará, mas vem encontrando dificuldades para estudar? Que tal conhecer alguns hábitos que não ajudam a passar no vestibular? Confira o nosso artigo abaixo!

Sublinhar todo o conteúdo

Essa é uma prática que a grande maioria dos estudantes adquire durante o período escolar e muitos ainda insistem em mantê-la, até mesmo na faculdade. O hábito de grifar um livro, apostila ou outro material de estudo que tenha conteúdo relevante, apesar de parecer bastante eficiente para ajudar a memorizar a informação, pode não significar em nenhum tipo de aprendizado para o aluno.

Na maioria das vezes, os estudantes enquanto grifam o conteúdo que julgam relevante, não estão prestando atenção naquilo que estão marcando, fazendo daquele tempo de estudo um desperdício. Para quem tem o hábito de sublinhar e quer fazer desse um hábito proveitoso para seus períodos de estudo, é importante ficar atento ao uso da caneta na hora de marcar os pontos importantes do texto.

Leia primeiro todo o conteúdo, para depois marcar o que você gostaria de destacar. Dessa maneira, além de conseguir ler todo o texto para depois julgar o que realmente precisa ser sublinhado, você aproveita esse hábito para avaliar se compreendeu o que acabou de ler.

Copiar um texto sem prestar atenção

Outro hábito muito comum de quem estuda para passar no vestibular, mas que não resulta em boa qualidade de estudo, é a prática de copiar um texto, como se fizesse um resumo do estudo. Ao copiar o texto, da mesma maneira como acontece no sublinhado, o aluno acaba não prestando atenção no conteúdo estudado e também não sabe identificar se aquilo que está copiando no momento é realmente relevante na matéria como um todo.

Ao copiar um texto, o ideal é que você realmente se dedique para fazer um resumo do que está sendo apresentado pelo livro ou apostila. Ou seja, é preciso que você leia todo o conteúdo primeiro, para depois destacar os pontos importantes para copiar e fazer um resumo próprio, que se baseie exatamente naquilo que você compreendeu da matéria que está estudando.

Memorizar e não compreender o conteúdo

Quantas pessoas que você conhece que tem o hábito de passar algumas horas memorizando um conteúdo específico de uma disciplina para uma prova? Apesar de esses alunos conseguirem se beneficiar da sua capacidade de memorizar algumas informações em alguns momentos, essa prática não significa, em situação alguma, que esse aluno foi capaz de aprender algo sobre a disciplina.

Mas por que preciso aprender a disciplina em vez de memorizar, já que sou capaz de guardar um volume relativamente grande de informações? A resposta é simples:

As provas de vestibular têm buscado, cada vez mais, apresentar questões aos alunos que instiguem o raciocínio lógico e a capacidade de unificar seus conhecimentos de várias disciplinas na solução de um único problema. Quando o aluno é capaz de somente memorizar informações, ele não consegue resolver essas questões mais elaboradas.

Esses três hábitos, apesar de frequentemente praticados, não vão ajudar nenhum aluno a passar no vestibular. Quais deles você usualmente pratica na sua rotina de estudos? Conte para a gente!

como