Por que você deveria fazer um projeto de leitura pessoal?

por que você deveria fazer um projeto de leitura pessoal

Não importa qual curso de graduação você faça e qual carreira deseja seguir, habituar-se à leitura é fundamental. Certamente, um aluno que lê mais se destacará na sala de aula, já que é a partir da leitura que podemos nos tornar indivíduos mais críticos e criar uma boa bagagem intelectual. Além disso, ler é uma ótima distração e trabalha a imaginação, expandindo a percepção criativa.

Mas sabemos o quanto a graduação exige do aluno e que há uma grande quantidade de textos e livros na bibliografia dos cursos que devem ser prioridade.  Quer saber por onde começar em um projeto de leitura pessoal? Acompanhe nossas 5 dicas!

Bônus: saiba tudo sobre o FIES para 2016

1. Aproveite seu tempo livre para ler

Você pode tanto aproveitar aquele tempo gasto na fila do banco, no ônibus ou antes de dormir para ler quanto reservar um período do dia para isso e se comprometer a manter o foco.

A primeira opção é mais viável para aqueles que já gostam de ler e só não possuem tanto tempo para colocar a leitura em dia, podendo não funcionar tanto com quem não é tão fã assim dos livros.

Quando você não gosta de ler, todas as outras atividades podem parecer mais interessantes. Então, é melhor que você tenha um horário fixo todos os dias, caso contrário, não conseguirá terminar nunca a leitura de seus livros.

Não se esqueça de se livrar de distrações, desligar a tv e o celular.

2. Leia livros que sejam do seu interesse

Ler deve ser algo prazeroso. Claro que é bom dar uma chance aos clássicos ou aos livros que não te interessarem em um primeiro momento. Portanto, não julgue o livro pela capa e se disponha a ler um determinado número de páginas antes de pensar em desistir do livro todo.

As primeiras páginas de algumas histórias podem ser enfadonhas, mas espere até que a história se desenvolva. Leia, pelo menos, as primeiras 50 páginas e se depois você ainda não tiver se envolvido com a obra, pode desistir sem culpa e partir para outra.

3. Faça uma lista das obras que você leu

Você pode traçar uma meta mensal de quantos livros deseja ler e listar quais leituras foram concluídas no final de cada mês. Basta colocar o nome do livro, do autor e até mesmo um pequeno resumo da história para que você não se esqueça depois.

Se quiser ir além, procure por análises das obras na internet para compreender melhor a obra e enxergar detalhes que você não havia percebido antes.

É uma ideia simples, mas muito eficaz para você poder acompanhar no fim do ano como foi o seu crescimento literário ao longo dos meses.

4. Procure indicações

Uma boa dica é pedir indicações dos livros preferidos de seus amigos e que você não conheça ainda. Ainda, procure pelos livros e autores que inspiraram pessoas que você goste, como cantores, atores ou pessoas bem sucedidas na profissão que você escolheu, e que também possam servir de inspiração para você.

Grupos de leitura no Facebook também podem ser muito eficazes para obter boas indicações de livros.Use a internet ao seu favor!

5. Frequente feiras de livros

Graças ao projeto de leitura pessoal, você pode montar uma biblioteca particular em casa sem precisar gastar muito. Comece a frequentar as feiras de livro que ocorrem regularmente na cidade e também na Universidade para aproveitar os descontos e conhecer diversas editoras e autores antigos e contemporâneos.

Agora que você já aprendeu a iniciar um projeto que leitura pessoal e poderá expandir o seu universo literário, que tal começar por estes livros aqui?

Do Ensino Médio para a Universidade